Hoje, é comum vermos os Budas chineses, mais magros e em pé ou sentados e as cabeças.

Porém, o que representa cada uma delas pouca gente sabe. Por isso, procurei reunir um pouquinho para matar de leve aquela curiosidade que sempre surge.

O Buda gordo, sentado de pernas cruzadas, representa o bem e a fortuna interior. Segundo alguns budistas, essa representação é irreal, pois Buda nunca fui gordo. A imagem, portanto, representaria um monge budista chinês, segundo alguns.



A imagem do Buda esquelético, teve sua origem no Paquistão e está associado à forma de vida modesta em que teria vivido Buda, apenas recebendo as doações que lhe eram destinadas.



O Buda azul, está associado à medicina. A cor representa a estabilidade. Segundo a crença, quando Buda se apresenta dessa forma, está oferecendo o antídoto para a doença.



Já o Buda vermelho, associado à crença tibetana, estaria ligado ao karma dos desejos e a sua purificação.



Em qualquer crença, a imagem de Buda está associada ao amor, à paz e à felicidade.

O Buda que está sempre sorrindo é tido por muitos como o Buda da riqueza. Este Buda deve sempre ser colocado em um pires com arroz e algumas moedas, para atrair sorte, alegria e prosperidade.




Fonte: Adriana Magre









Siga a Decor Marias